Notícias

ACREDITAÇÃO DO ORGANISMO DE INSPEÇÃO SETORIAL DO CENTERM


O IPAC, Instituto Português de Acreditação concedeu ao Organismo de Inspeção Setorial do Centerm a Acreditação de acordo com o estabelecido na NP EN ISO/ IEC 17020:2013.

A Acreditação reconhece a competência técnica do Centerm para o âmbito das Auditorias /Inspeções referentes ao artigo 8º da Lei nº 52/2018 de 20 de agosto- Prevenção e Controlo da Legionella.

Os equipamentos referidos na alínea a) do nº 1 do artigo 2º da referida lei, ficam sujeitos a auditorias/inspeções a realizar de três em três anos, por entidades acreditadas pelo IPAC.

Todos os equipamentos de transferência de calor, desde que possam gerar aerossóis de água, como por exemplo: Torres de arrefecimento, condensadores evaporativos, sistemas de arrefecimento de água de processo industrial, sistemas de arrefecimento de cogeração e humidificadores, estão incluídos no nº1 do artigo 2º.

As auditorias/ inspeções referidas anteriormente devem contemplar, designadamente, uma avaliação do estado de conservação dos equipamentos, a identificação de não conformidades relativamente às regras construtivas, de instalação ou de localização, bem como uma avaliação da adequação do Plano de Prevenção em vigor.

Nas situações em que da auditoria/ inspeção realizada resulte necessidade de adotar medidas ou de introduzir alterações ao Plano, a sua concretização deve ser registada nos termos da alínea c) do nº 4 do artigo 6º.




PRINCIPAIS OBRIGAÇÕES DOS TÉCNICOS CERTIFICADOS EM FGAS


  • Estar associado a uma empresa Certificada, salvo as exceções previstas pela legislação.
  • Informar o Centerm, do email e do nº de telefone pessoal ativo, assim como a empresa a que está associado e o nº de certificado da mesma. Caso haja alterações deverá contatar-nos.
  • Executar as fichas Centerm em papel ou online. Durante os sete anos de certificação é obrigatório apresentar fichas de intervenção correspondentes a três anos, caso contrário perde a sua certificação. Nos restantes anos, é necessário justificar a não execução das mesmas.
  • Fazer a verificação intermédia de competências aos quatro anos de atividade.
  • Pagar o acompanhamento anual.
  • Aos sete anos poderá renovar a sua Certificação, para isso é necessário entregar o pedido de renovação no Centerm, impreterivelmente até três meses antes da data de validade do seu certificado.



EXAMES DE RENOVAÇÃO DA CERTIFICAÇÃO DE GASES FLUORADOS DE EFEITO DE ESTUFA


O procedimento para a renovação da Certificação dos técnicos ao fim dos sete anos é o seguinte:

  • O técnico será sujeito a um pequeno exame teórico e a uma entrevista.
  • O formulário de renovação está disponível no site Centerm e no portal dos técnicos (ajuda/ outros documentos) e deverá ser preenchido e enviado para o email centerm@centerm.pt
  • O formulário deverá chegar ao Centerm três meses antes da data-limite de renovação do Certificado.
  • O exame teórico e a entrevista serão efetuados um mês antes da data de caducidade do certificado.
  • Será disponibilizado um “pdf “(A divulgar) com a matéria para o exame teórico. Este documento será enviado por email no primeiro aviso de caducidade do certificado e também está disponível no Portal dos técnicos em ajuda/outros documentos.

Datas de exames de Renovação, agendadas para janeiro de 2022 (para técnicos que terminam a certificação em fevereiro de 2022 ou que receberam a convocatória):

  • Lisboa – Dias 13,19 e 27 de janeiro de 2022 – Presencial
  • Matosinhos – Dia 12 de janeiro de 2022 – Presencial
  • Exames online – Dias 7 e 10 de janeiro de 2022

Caso necessite de algum esclarecimento, deverá contactar com o Centerm, através do telefone 210 499 043, ou pelo email centerm@centerm.pt




SEMINÁRIOS ONLINE – CENTERM


Muito obrigado pela participação no nosso último Webinar do dia 24 de novembro de 2021.

O próximo Seminário online, irá ser realizado no 1º trimestre de 2022, com novo tema e data, a informar brevemente.




DECRETO-LEI 102/2021 - SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA


Entrou em vigor o Decreto-Lei 102/2021, que anula a Lei 58/2013 e aplica-se aos seguintes profissionais:

  • Perito qualificado - PQ
  • Técnico responsável pela instalação e manutenção de sistemas técnicos - TRM
  • Técnico de gestão de energia - TGE
  • Técnico de inspeção de sistemas técnicos - TIS



NORMA TRANSITÓRIA


TIM III - Equiparada a TRM mediante a apresentação de declaração de exercício na ADENE.

TIM II - Tem cinco anos para se candidatar a TRM (tem de ter 12º ano e propor-se a exame na ADENE, ou ter o título de engº ou engº técnico).




O CENTERM OBTEM A CERTIFICAÇÃO ISO 9001


É com satisfação que informamos os nossos parceiros e amigos, da obtenção da Certificação NP EN ISO 9001: 2015

Em baixo, segue um pormenor do documento oficial dessa Certificação.




DIA MUNDIAL DA REFRIGERAÇÃO


No dia 26 de junho de 2021 celebra-se o dia Mundial da Refrigeração. O Centerm aderiu à iniciativa e produziu um vídeo para assinalar esta importante data.




CENTERM alcança Certificação de Qualidade ISO 9001:2015


É com satisfação que o CENTERM comunica a todos os seus parceiros a Certificação do seu Sistema de Gestão pela Norma NP EN ISO 9001:2015.

Esta Certificação constitui uma importante valorização do trabalho desenvolvido pelo CENTERM em todas as vertentes da sua atividade na busca da excelência organizacional, tendo sempre como principal motivação a satisfação de todas as partes interessadas envolvidas, nomeadamente os seus clientes, colaboradores, stakeholders, entidades regulamentares, fornecedores, bem como a comunidade em geral.

Este reconhecimento da nossa organização impulsiona ainda mais o CENTERM na prossecução da sua Missão de apoiar a estruturação e dinamização do setor da Indústria Térmica, Energia e Ambiente, e no desenvolvimento científico, técnico, profissional e económico dos agentes envolvidos.




CERTIFICAÇÃO DE MANUSEAMENTO DE FLUIDOS INFLAMÁVEIS


O Centerm tem o prazer de informar que tem disponível uma Certificação em fluidos inflamáveis, acreditada pelo IPAC, que pretende criar no mercado técnicos especializados nesta área específica que requere normas de segurança apertadas.

Esta certificação está disponível para todos os técnicos já Certificados em Fluorados categoria 1 e que pretendam fazer um “upgrade” na sua atividade de forma a estarem habilitados a atuarem responsavelmente nesse tipo de instalações.

A Certificação é composta de um exame dividido por duas partes, teórica e prática e não obriga a formação prévia, no entanto recomendamos que façam essa formação preparatória.

O Centerm baseou esta Certificação na Norma NP EN 378-1 e em programas internacionais validados pela União Europeia para os técnicos de refrigeração, ar condicionado e bombas de calor que atuem em sistemas com fluidos frigorigéneos inflamáveis.




SELO AR SAUDÁVEL


Numa parceria com o CENTERM, a APIRAC irá emitir um selo às instalações de sistemas AVAC que demonstrem acompanhar as regras de saúde adequadas para evitar a contaminação dos espaços climatizados com o SARS-CoV-2 (novo coronavírus).


Este é um projeto há muito acalentado no seio associativo para a certificação de instalações AVAC e que agora se tornou realidade. Esta medida procura sensibilizar os operadores para os procedimentos mínimos a adotar, e incentivar a confiança na utilização dos espaços interiores adequadamente climatizados.

Os operadores que pretendam obter o selo “Ar Saudável” para as suas instalações deverão cumprir o conjunto de requisitos para a obtenção da “Declaração de Conformidade das Instalações AVAC” a emitir pelo CENTERM. A Declaração assenta em requisitos aprovados pela DGS no âmbito da colaboração da APIRAC com aquele organismo responsável pela saúde pública na elaboração de orientações técnicas para os Sistemas AVAC.

Só depois de emitida a “Declaração de Conformidade das Instalações AVAC” e lançada em plataforma, pelo CENTERM, poderão as instalações beneficiárias usufruir do Selo “Ar Saudável”, emitido pela APIRAC, desde que as instalações sejam acompanhadas por uma empresa prestadora de serviços de manutenção certificada e cumpram os critérios de elegibilidade da APIRAC para o processo de atribuição do Selo “Ar Saudável”.

O CENTERM reserva-se o direito de realizar auditorias aleatórias às instalações, sempre que a auditoria não tenha sido realizada previamente à emissão de Declaração de Conformidade.

O Selo “Ar Saudável” reporta-se a um sistema de AVAC instalado num determinado edifício e tem um prazo de validade correspondente à validade da ”Declaração de Conformidade da Instalação AVAC” emitida pelo CENTERM, sendo renovável mediante a confirmação da manutenção dos critérios que presidiram à emissão da “Declaração de Conformidade das Instalações AVAC”.

A Marca “Ar Saudável” é propriedade da APIRAC, estando registada no INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, I.P

CONTACTOS
APIRAC | 213 224 260 | apirac@apirac.pt
CENTERM | 210 499 043 | centerm@centerm.pt




NOVO DECRETO-LEI 145/2017, SUBSTITUI O DECRETO-LEI 56/2011, ENTROU EM VIGOR EM 1/01/2018


O novo decreto-lei 145/2017 está disponível em ajuda/ legislação e substitui o anterior decreto-lei 56/2011. Entrou em vigor em 1 de Janeiro de 2018.

Como principal novidade, os técnicos de fluorados categoria 1, certificados de acordo com o novo regulamento de certificação 2015/2067, podem obter a certificação dos ODS desde que satisfaçam os requisitos indicados no novo decreto-lei 145/2017.

Os técnicos de fluorados certificados pelo 303/2008 que queiram pedir a certificação de ODS na APA, têm de fazer previamente um exame no Centerm de "upgrade" ou atualização.




PROIBIÇÕES EM VIGOR A PARTIR DE 1/01/2020 PARA FLUIDOS FLUORADOS - HFC


  • ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MANUTENÇÃO
    - Não é possível utilizar fluido virgem com PAG igual ou superior a 2500 em sistemas com 40 ou mais toneladas de CO2 equivalente. Neste caso só é possível utilizar fluidos valorizados ou reciclados (até 2030) do próprio ou de outros equipamentos desde que sejam recuperados pela mesma empresa ou que sejam do mesmo detentor.

    Exceções - Equipamentos militares e equipamentos de refrigeração com a temperatura de evaporação inferior a -50ºC

  • COLOCAÇÃO DE NOVOS EQUIPAMENTOS
    - Refrigeração -
    • Não é possível colocar no mercado equipamentos hermeticamente fechados de refrigeração para uso comercial se o fluido tiver um PAG igual ou superior a 2500.
    • Não é possível colocar no mercado equipamentos que contenham, ou cujo funcionamento dependa de HFC com PAG igual ou superior a 2500, ou deles dependam para funcionar, exceto equipamentos para temperaturas de evaporação inferiores a -50º

    - Ar Condicionado -

    Não é possível colocar no mercado equipamentos de ar condicionado portáteis (hermeticamente fechados) se o fluido tiver um PAG igual ou superior a 150.





Galeria de Fotos e Vídeos

  • Todas
  • 1º Encontro
  • Novas Instalações
  • ISO 9001
  • VÍDEOS
  • Outros

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM

Sala de Exames

CENTERM PORTO

Sala de Exames

CENTERM PORTO

Sala de Exames

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

1º ENCONTRO

CENTERM

ISO 9001

DIA DA REFRIGERAÇÃO
1ª CONVENÇÃO CENTERM
Webinar Centerm 23/03/2022
Evento Novas Soluções Daikin 2022 / Centerm

CENTERM

Arranque da Bomba de calor Daikin